pic

A FASU

Estrutura de Tecnologia

Estrutura de Tecnologia

A Faculdade Sudoeste – FASU, através do seu setor de TIC – Tecnologia da Informação e Comunicação, disponibiliza a necessária estrutura destinada ao atendimento no segmento de informática e internet aos setores, departamentos e áreas internas da instituição.

O Setor de TIC baseia-se na Política de Tecnologia da Informação e Comunicação da Faculdade Sudoeste – FASU (composta por Plano de Aquisição, Atualização e Manutenção de Equipamentos e, também, do Regulamento do Laboratório de Informática), que tem como objetivo regulamentar e orientar quanto à utilização ética e profissional dos serviços e recursos de tecnologia da informação e comunicação, que a instituição disponibiliza de forma abrangente no ambiente corporativo, garantindo a qualidade, confiabilidade, segurança e prestação destes serviços.
.

A sala de apoio de informática (Laboratório de Informática) atende muito bem as necessidades institucionais, sendo levados em consideração os aspectos de equipamentos, normas de segurança, espaço físico, acesso à internet, atualização de software, acessibilidade digital, acessibilidade física e condições ergonômicas.

O acesso dos alunos a equipamentos de informática se dá através da utilização da sala de apoio de informática (Laboratório de Informática), que disponibiliza 25 microcomputadores (1 ou no máximo 2 alunos\computador, dependendo da aula e da orientação do professor), com acesso à internet na velocidade de 50 Mega, disponibilizando, ainda, rede wi-fi para conexão através de tablets, smartphones, notebooks, etc., sendo que as instalações – de forma geral – se apresentam em plenas condições no que se refere à dimensão (36m²), limpeza, iluminação, acústica, ventilação, segurança, conservação e comodidade necessária à atividade proposta.

As instalações da Faculdade Sudoeste – FASU possibilitam os meios de acessibilidade física, assim como existem ações e treinamentos que visam o aperfeiçoamento da acessibilidade atitudinal e pedagógica. A acessibilidade aos equipamentos de informática (e às tecnologias de informação e comunicação – TIC), é pensada também para os portadores de necessidades especiais, visando a garantia de mobilidade e usabilidade de redes telemáticas de computadores e ferramentas de suporte digital, tais quais os editores de texto, som e imagens, visualizadores, navegadores e editores de página na internet, comunicação com ferramentas diversas (chat, fórum, correio eletrônico, videoconferência, etc.), seja no processo de aula ou na particularidade de uso de estudo de todos os discentes.

Para manter-se na vanguarda do processo educativo digital, a Faculdade Sudoeste – FASU tem a sua Política de atualização de equipamentos e software (composta por Plano de Aquisição, Atualização e Manutenção de Equipamentos e, também, do Regulamento do Laboratório de Informática) e, para manter tal estrutura, a FASU conta com um Setor de Tecnologia da Informação e Comunicação que, quando necessário, é auxiliado por empresa técnica externa. Estes, complementarmente, são responsáveis pela atualização de equipamentos e softwares (segundo planejamento e orçamento institucional), manutenção preventiva e corretiva dessa infraestrutura.

De igual forma, conquanto seja aprovado o credenciamento da instituição e autorizados os cursos, a Faculdade Sudoeste – FASU tem, desde já, projetos de expansão de forma a não apenas adaptar espaços físicos às novas necessidades, mas, também, criar os espaços necessários e aparelha-los com hardwares e softwares necessários à evolução institucional e ao progresso das pessoas (docentes, discentes, corpo técnico-administrativo e comunidade).